terça-feira, 24 de março de 2009

Fé Realizante

João Areis Preda

A fé produz em nós, o poder de alcançar o que está no invisível, o que não se vê, mas sabemos que existe em algum lugar do espaço sideral. Deus tem um propósito para cada um de nós, habitantes deste planeta, entrar no silêncio é falar diretamente com Ele, gerando entusiasmo, nessa integração com os nossos anjos da guarda, Espíritos de Luz, anjos protetores das nossas vidas, que nos intui de como abrir os caminhos da conquista, da paciência, do amor, da concórdia, da razão, da intuição, da paixão, da sensitividade, da esperança e por fim, o da fé realizante, que integra a criatura ao Criador, nosso Deus! Nosso Pai!.
No Evangelho de Jesus, segundo São Lucas, capitulo 7, versículos, 1 à 10, encontraremos a mais elevada definição de fé deixada pelo Estadista Divino “A Cura do Servo de um centurião”.
Tendo Jesus concluído todas as suas palavras dirigidas ao povo, entrou em Cafarnaum e o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente, quase à morte. Tendo ouvido falar a respeito dele, enviou-lhe algum ancião dos judeus, pedindo-lhe que viesse a curar o seu servo. Estes, chegando a Jesus com instância lhe suplicaram dizendo: Ele é digno de que lhe faças isto; Porque é amigo do nosso povo, e Ele mesmo nos edificou a sinagoga.
Então Jesus foi com eles, e já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomode, porque não sou digno de que entre em minha casa.
Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo; porem manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado. Porque também sou homem à autoridade, e tenho soldados às minhas ordens, e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Fazes isto, e ele faz. Ouvidas estas palavras, admirou-se Jesus dele e, voltando-se para o povo que o acompanhava, disse: Nem mesmo em Israel achei fé como esta. E, voltando para casa, os que foram enviados, encontraram curado o servo. Essa é a fé que nós, os Legionários da Boa Vontade de Deus, temos que edificar em nossas almas e espíritos, uma fé capaz de mover montes, montes das dificuldades encontradas em nossos caminhos, só assim aproximamos do sublime Criador das nossas vidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não seja água parada!

A poluição causada pelo homem, mesmo sabendo que é parte da natureza, é que provoca a morte dos rios, das florestas, do ar, das nascentes,...