segunda-feira, 6 de setembro de 2010

MÃE TERRA

POBRE HUMANIDADE!

Até onde vai Essa ganância pelo vil metal

Trazendo destruição e morte

Queimando as florestas e os animais.

Poluindo o ar e os mananciais

Contaminando o solo e também os ventos



A Cada milésimo de segundo que passa

Uma vida é exterminada

Respirar! Com tanta poluição! É a morte.



E o dever de cada cidadão

Seja Brasileiro ou não!

Proteger a sua nação



Resguardar as nascentes dos rios

Os mananciais

A ÁGUA É VIDA!

Dela vem a nossa existência



Quem devasta a terra

Esta destruindo sua própria casa

Morada de todos nós a terra

Vamos salvar a mãe TERRA!



Ela grita

SOCORRO!

SOCORRO!

SOCORRO!



Ajuda – me a respirar!

Estou MORRENDO..

Estou MORRENDO..

Estou MORRENDO..





João Areis Preda

Poeta – Anápolis – GO

Nenhum comentário:

Postar um comentário