quinta-feira, 29 de maio de 2014

O tempo e a dor

O beijos das flores, foto João Preda

A dor representa na vida,
A redenção da alma sofredora.                                      
Não se desespere com os problemas
Pois neles encontraremos as soluções  
E a reestruturação de um passado distante.

A vida espiritual é toda registrada
Os nosos acertos e os nosos erros
A jornada aparentemente esquecida


Quase apagada na poeira do tempo
Nada escapa aos olhos de Deus
Engana quem pensa o contrario.
                                                     
A redenção dessas almas devedoras
Vem da paciência, da humildade e do amor.
Pois o acontecimento vem quase sempre
Acompanhado de sofrimento e dor.                                                          

Aliás, a vida das pessoas na Terra,
Parece com um vulcão, que após
Anos adormecido, resolve
Lançar suas cinzas ao vento.

De igual modo acontece com a gente
Após muitos anos e até séculos
Adormecidos na eternidade da vida.

Aparece o cobrador do carma
De vidas passadas, e o juro é alto.
E ele vem em busca de quitação                                               
Das nossas faltas registradas
No cerne da consciência espiritual                                                                  
Que nem o tempo e o passado
Foram capazes de apagar.

João Preda









                                              

terça-feira, 27 de maio de 2014

Os sonhos


Eu tinha um sonho de vida.                    
Mas achava que era um devaneio
Sonhar com a felicidade.
E acostumei a viver assim.
Assim, você sabe como!
Mas com o passar dos anos.

Descobri que minha vida.
Podia tomar outra direção
Comecei a acreditar que
Os sonhos acontecem.

Portanto iniciei um mando 
Aos meus devaneios de longas datas.  
Foi quando percebi que tudo é possível.
Em nossa jornada marcada
Assinalada por acontecimentos diversos.

Deus que é amor
Não destrói os sonhos
Auxilia os que desejam ir
Em busca deles.

João Preda


quinta-feira, 22 de maio de 2014

Exploração sexual infantil é considerada crime hediondo


Com a chegada da Copa do Mundo, sociedade deve se atentar à exploração sexual infantil



Wellington Carvalho de Souza
21/05/2014

Nesta quarta-feira, 21, a presidenta Dilma Rousseff sancionou lei que torna hediondo o crime de exploração sexual de criança, adolescente ou pessoa vulnerável durante a Semana Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, fazendo jus ao 7º artigo doEstatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que determina: “Toda criança e jovem têm direito a proteção à vida e à saúde, mediante a efetivação de políticas sociais públicas que permitam o nascimento e o desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência”. Com a nova lei, não tem fiança, não tem progressão de pena e não tem indulto.Confira na integra: http://www.boavontade.com/utilidade/exploracao-sexual-infantil-e-considerada-crime-hediondo

terça-feira, 20 de maio de 2014

Sebastião Nery veterano jornalista conta a história do Brasil nos últimos 60 anos

Sebastião Nery, foto: Nathália Valério

Rio de Janeiro, RJ – O consagrado jornalista baiano Sebastião Nery, um dos mais respeitados da atualidade, lançou, com grande prestígio, na noite desta segunda-feira, 19, o título Ninguém me contou eu vi — de Getúlio a Dilma (Geração Editorial) sua mais nova obra literária. Durante a concorrida noite de autógrafos, na zona sul da capital fluminense, o autor recebeu amigos, leitores e familiares.
O livro, que engloba seis décadas de história, forma um arquivo de biografias de grandes nomes da política brasileira, desde Getúlio Vargas até a presidenta Dilma Rousseff. O autor reúne na obra seus melhores textos, revelações e reminiscências que ajudam a entender o Brasil dos últimos 60 anos. Leia matéria na integra: http://www.boavontade.com/literatura/veterano-jornalista-sebastiao-nery-conta-historia-do-brasil-nos-ultimos-60-anos

sábado, 17 de maio de 2014

Atitude

Jogado em um banco, no Aeroporto Internacional do Rio.

Não fique sentado
Esperando a sorte.
Vá ao encontro dela.
Onde? Como?
Ande ela estiver!
Só não fique parado.             

Tome uma atitude,
o tempo passa
de qualquer maneira.
Sentado, parado, olhando.
Vai ficar pra traz.
O trabalho recompõe.
E altera o nosso destino.

Não podemos ficar olhando.
Temos de arregaçar as mangas
da camisa e trabalhar até a exaustão,
Molhar até as calças, se preciso for.
Contudo a vitória é certa.
Com a força do trabalho.

João Preda



quinta-feira, 15 de maio de 2014

Uma porta

Foto João Preda

Deus que é vida eterna, e é plena luz, Jamais deixa os seus filhos em escuridão, os caminhos que conduzem em sua direção, são construídos por nós, durante a nossa passagem pelo planeta Terra. Muitas pessoas são chamadas a trabalhar em prol do ser humano, más poucas reconhece o dever de ajudar na edificação do progresso do divino criador das nossas vidas. Deus nos criou e deu a nós o livre arbítrio, para escolhermos através dos nossos atos o caminho a seguir. Os que trilha o caminho da maldade já vive em escuridão, antes mesmo do tumulo. Não é a morte que trás escuridão as pessoas, e sim o ódio. Quem espalha o horror aos seus irmãos, já vive na obscuridade. O amor produz a luz e abre os caminhos, deste e de outros mundos.
Como afirma o Próprio Jesus no seu Evangelho Segundo João Cap. 14 Ver. 1 e 2, “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, credes também em mim.
Na casa de meu pai há muitas moradas”.
        Agora sabemos que Jesus é o caminho. Mas como encontrar? Em cada ação nossa, estamos escolhendo em caminhar em direção da luz ou das trevas. Jesus é bondade, amor, benevolência, gratidão, compaixão, luz. Ele está com o pai que é Deus.
        Fazer as coisas corretas em nossa trajetória é caminhar para os braços do Bom Pastor. Estes não terão medo da escuridão na hora da morte. Saberão que depois do desenlace do Espírito. Ou seja, deixar o corpo, é ultrapassar uma porta espiritual de um plano para outro. Neste momento terão a plena certeza, que a morte é diferentes oportunidades, e aprendizados na casa do pai, que tem muitas moradas. Pensem nisso!.

João Areis Preda.

Estudo aponta trens como alternativa para melhorar mobilidade urbana

Estudo aponta trens como alternativa para melhorar mobilidade urbana

Trânsito parado, carros ocupados por uma ou duas pessoas, ônibus lotados que disputam espaços nas mesmas vias utilizadas pelos outros veículos. Essas cenas são comuns e fazem que a mobilidade urbana seja um desafio às grandes cidades brasileiras. Para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), uma das soluções possíveis para reverter o quadro é incentivar novamente a utilização do transporte ferroviário. Confira na integra: http://www.boavontade.com/noticias/estudo-aponta-trens-como-alternativa-para-melhorar-mobilidade-urbana

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Os pássaros

As cidades, ganham habitantes, que antes residiam nos campos.
Contudo, com a exterminação das florestas, os pássaros, passam a frequentar os fios das grandes cidades, passando fome e sede. Ainda assim mostra a sua beleza, como esses das fotos.  Registro fotográfico, João Preda. 


Indagações II JOÃO PREDA

O escritor João Preda em seu livro “Indagações” nos trás uma reflexão sobre a eternidade da vida. Apresenta uma mensagem elucidativa sobre a...