terça-feira, 2 de setembro de 2014

ONU e LBV Pensar “2015 e além”


É imprescindível que aprendamos a vislumbrar de forma equilibrada os fatos lá na frente. Se assim não fizermos, o prejuízo, espiritual ou material, pode nos surpreender depois. Seja no que diz respeito às questões individuais ou às do interesse das comunidades.

Um ponto importante, que costumo ressaltar à minha equipe de trabalho, pode ser resumido a uma frase. Aliás, já até comentei aqui com vocês em outra oportunidade: administrar é chegar antes. 

Instrutivas lições sobre fazer um bom planejamento ou prever com acerto as consequências futuras de nossas escolhas encontram-se também no Evangelho de Jesus, o Cristo Ecumênico, isto é, universal. Por exemplo, o Divino Estadista, de forma didática, nos relatos de Lucas, 14:28 a 30, ajuíza: “Qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar”. Artigo na integra:
http://www.linguagrandecultural.com/2014/08/pensar-2015-e-alem.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário