quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Cultura e Cidadania 1ª Feira Literária de Anápolis


Livro o Amor que Aquece de João Preda

Anápolis, não é só indústria, comercio, agricultura e pecuária. A cultura é o ponto forte na cidade. Nas comemorações dos 107 anos, foi realizado o lançamento coletivo de 62 livros que compõem o Projeto “Anápolis em Letras, Fatos e Imagens”. Esta é a quarta edição do Projeto que tem como objetivo reunir contos, poemas, crônicas, romances, ensaios históricos, prosa infantil, teatro, didático-pedagógico, técnico-científico, religioso, e outras categorias literárias. Estas obras foram disponibilizadas às bibliotecas de todas as escolas da cidade, tanto da rede pública municipal e estadual, quanto particular, e das Instituições de Ensino Superior. De acordo com Augusto César de Almeida Secretário Municipal de Cultura, “no Site oficial da cidade”. Ele classifica como um marco na produção literária de Anápolis, nas quatro edições, foram 192 livros publicados. Ele enxerga o projeto como um ampliador de horizontes para escritores que sempre quiseram, mas nunca puderam publicar suas ideias. “Tenho certeza que muitos dos livros publicados eram, até há pouco tempo, manuscritos escondidos em fundos de gavetas”. Já para coordenadora do Anápolis em Letras, Fatos e Imagens e também escritora, Natalina Fernandes, o incentivo à produção de obras literárias. “Anápolis tem descoberto valores, dando oportunidade aos iniciantes na escrita, fazendo com que a cada ano cresça em quantidade e qualidade o número de escritores e obras”. Ela explicou que cada autor recebe 400 exemplares para uso próprio, sem nenhum custo. “Nossa proposta é alcançar o maior número possível de pessoas, sobretudo, de estudantes”. Já para o sociólogo e professor Francisco Itami Campos,  autor de vários livros sobre política, de artigos e crônicas, ele é figura respeitada no cenário literário goiano, e grande defensor de ações que incentivam esse meio de expressão. Para ele, “o livro qualifica o ensino, dá outra dimensão à educação, e traz um diferencial para quem lê.” Sobre o projeto, o sociólogo afirma que “é muito importante, considerando que iniciativas com esse perfil têm um papel social fundamental na construção do saber e da cultura e dão identidade à comunidade”.
Para fortalecer ainda mais a cultura em nossa cidade, a União Literária Anapolina – ULA, a Academia Anapolina de Letras – ANALE e a Secretaria Municipal de Cultura, estarão realizando, nos dias 21 e 22 de novembro, sexta  e sábado, na Praça Bom Jesus - Centro, com inicio as 8h da manhã, a 1ª Feira Literária de Anápolis. É um evento de rápida duração com o objetivo de divulgar e valorizar as obras produzidas na região, além de promover o intercâmbio entre sociedade e escritores, e dos escritores entre si. A FLANA- Feira Literária de Anápolis, pretende levar a população ao encontro da cultura, através do acesso aos livros, de apresentações musicais, declamações, oficinas, palestras, e contação de histórias.

João Areis Preda
Jornalista e Escritor


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não seja água parada!

A poluição causada pelo homem, mesmo sabendo que é parte da natureza, é que provoca a morte dos rios, das florestas, do ar, das nascentes,...