domingo, 29 de março de 2015

Destino e vida eterna

                 
Tia Sebastiana, que voltou a pátria espiritual
Com a neta Jessica 



                        Prece do Pai Nosso

A renovação do nosso destino acontece diariamente, porque tudo está entrelaçado com as ações, desde o momento em que nascemos até a hora exata de deixarmos o corpo físico, escrevemos com os nossos pensamentos elevados ou não, às paginas do nosso próprio destino. Como afirma o escritor Paiva Netto Todo dia é dia de renovar o nosso destino. Não basta ter agido bem ontem. Necessário se faz melhor caminhar hoje e ainda mais gloriosamente amanhã.A renovação da nossa vida tem que ser diária, viver bem, mesmo que no infortúnio, edificando domicílio seguro e não ficar esperando a vida aprimorar. Somos os construtores dos nossos sonhos, na vida diária. Em toda parte do mundo, alguém está em dificuldade e tentando projetar a sua vida para melhor. Sabemos que existem os enigmas que dificultam os seres humanos a traçarem linhas retas para suas histórias. No entanto, Jesus é um amigo que pode ajudar.
O escritor, jornalista, radialista José de Paiva Netto, traz em seu site: www.paivanetto.com traz o artigo “Um Amigo que retorna”. “Comentarei hoje com vocês sobre a volta de um Grande Amigo da Humanidade. É assunto que muita emoção traz às nossas Almas. Independentemente da linha de pensamento que qualquer um de nós, adote, é unânime em nossos corações o anseio de ter por perto alguém que nos direcione por bons caminhos, nos exemplifique elevados caracteres de convivência espiritual, humana e social. Observo no retorno de Jesus, o Cristo Ecumênico, isto é, Universal, o Divino Estadista, ao planeta Terra uma bem-aventurança para todas as comunidades.  Em minhas palestras pelo rádio, pela televisão, pela internet e pela imprensa, tenho sempre procurado analisar esse Sublime Acontecimento. Em uma delas, no meu livro "Apocalipse sem medo", ainda antes de ingressarmos no atual milênio, assim considerei:

TEMPO DE DEUS

Jesus ressuscitou ao terceiro dia. Vejam bem: ressuscitou! (Evangelho, consoante Lucas, 24:1 a 12):

"1 No primeiro dia da semana, as mulheres que tinham acompanhado Jesus desde a Galileia foram ao túmulo, de madrugada, levando os aromas que haviam preparado.

"2 E acharam a pedra removida do sepulcro;

"3 todavia, ao entrar, não acharam o corpo de Jesus.

"4 Estando perplexas com o acontecimento, surgiram-lhes à frente dois Anjos com vestes resplandecentes.

"5 Tomadas pelo temor, baixaram os olhos para o chão. Eles então lhes falaram: Por que procurais entre os mortos Aquele que vive?

"6 Ele não está aqui. Ressuscitou! Lembrai-vos do que vos prometeu, quando ainda se encontrava na Galileia.

"7 Ele vos advertiu que o Filho de Deus seria entregue nas mãos de pecadores e, crucificado, ressuscitaria ao terceiro dia.

"8 Então se recordaram das Suas palavras.

"9 Voltando do túmulo, anunciaram todos estes fatos aos onze e àqueles que ali estavam.

"10 Eram Maria Madalena, Joana, Maria, mãe de Tiago. Também as demais que vieram com elas confirmaram tais maravilhas aos Apóstolos.

"11 Esses relatos lhes pareciam como um delírio, e não deram fé ao testemunho delas.

"12 Pedro, contudo, levantou-se e correu ao sepulcro. Lá chegando, nada mais viu além dos lençóis de linho. Retirou-se então para casa, maravilhado com o que ocorrera".

A DIVINA REFERÊNCIA

Jesus, ao terceiro dia, voltará. Mas no Tempo Dele, não conforme a contagem humana, que é cheia de equívocos. Que o diga Dionísio Exíguo (470-544). Errou nos cálculos que foram usados por Gregório XIII (1502-1585), na sua reforma do calendário, em 1582. O Cristo não se pode valer de uma cronologia que já nasceu errada e que, ainda mais, não é utilizada por muitas das nações.

Digamos, para argumentar, que o Tempo, para análise dos assuntos proféticos, deveria ser contado desde que a Terra surgiu no Universo. A partir dessa marcação, encontraríamos a data correta para a época do Retorno de Jesus, posto que assim estaríamos de acordo com o Planejamento Divino, segundo o qual este planeta foi estruturado.

Acima de tudo, não podemos nos esquecer de que o Cristo retorna todos os dias nos corações de Boa Vontade, mesmo nos daqueles que não O louvam declaradamente, porque Ele é uma Sagrada Referência ao Bem, para o qual não devem existir fronteiras intransponíveis. É um fenômeno espiritual que se dá conosco, para o qual precisamos exercitar olhos de ver e ouvidos de ouvir, como aconselha o Celeste Professor nas mensagens às Sete Igrejas da Ásia, que hoje estão no mundo inteiro envolvendo a Política, a Ciência, a Filosofia, a Economia, a Religião, a Arte, o Esporte e assim por diante. Com a carta de Jesus, Paiva Netto, conclui suas sábias palavras.

 Quem tem ouvidos de ouvir ouça o que o Espírito diz às igrejas do Senhor. Ao vencedor, darei a comer dos frutos da Árvore da Vida Eterna que se encontra no paraíso de meu Deus" (Carta de Jesus à Igreja em Éfeso, Apocalipse, 2:7).”

O destino de cada um de nós, sempre será construído pelas nossas ações, ao longo da nossa existência, os pensamentos e as atitudes, são como canetas a escrever o nosso destino em livros, que representa as nossas vidas. Apocalipse 20, 12.
“E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida eterna, E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras” Portanto devemos terem cuidado com os nossos pensamentos, com as nossas palavras e com as nossas ações. O pensamento é a caneta com que se escreve em linhas invisíveis aos nossos olhos, as páginas do nosso próprio destino.


João Areis Preda
Jornalista e escritor



terça-feira, 24 de março de 2015

O lugar mais silencioso do Mundo está no Brasil

Divulgação
Você sabia que no Brasil está o lugar mais silencioso do Mundo? Sim! Sendo ele a “pátria do Evangelho e o coração do Mundo”, na definição do Espirito de Humberto de Campos, nada mais natural que tenha o lugar mais silencioso do Planeta. Ainda não poluído com os vários tipos de sons criados pelos homens. Segundo o artista italiano Gabo Guzzo, “recriou em Londres a ambiência sonora do lugar considerado, segundo ele, o único no mundo livre de interferências de sons gerados pelo homem. A instalação "The Quietest Place in the World", na Bearspace Gallery, usa um longo trecho de som gravado pelo ecologista sonoro americano Gordon Hempton, que há mais de três décadas estuda a ambiência sonora do planeta. "Este trabalho é uma evidência da extinção destes lugares, da voz original do planeta", alerta Guzzo, em entrevista à BBC Brasil. Ambiência amazônica. Segundo Hempton, a Amazônia brasileira, mais especificamente um lugar chamado Camp 41, é provavelmente o único lugar do mundo onde ainda há silêncio natural por muitas horas. "Nos EUA, há 12 lugares em que você pode ter até 15 minutos sem interferência. Na Europa, isso praticamente desapareceu", diz o pesquisador, que afirma ter dados três voltas inteiras no planeta nos últimos 30 anos para recolher amostras de som. Falando de um celular no Olympic National Park, imensa reserva natural no estado de Washington, Hempton acrescenta: “Se considerarmos um limite de 15 minutos sem interferência de sons gerados pelo homem, há de 200 a 300 lugares em todo o planeta, a maior parte em países periféricos que não podem pagar por combustíveis fósseis. Se considerarmos um limite de 3 horas, há 15 lugares (desse tipo), que eu saiba, em todo o planeta. E se tentarmos achar um lugar que é naturalmente silencioso por seis horas, só há um, no coração da Amazônia brasileira, onde gravei este som usado por Guzzo". Hempton revela que, na maior parte das vezes em que imaginamos ter vivenciado o som original do planeta - livre de interferência humana -, estamos, na verdade, enganados. "É mais provável que você já tenha sofrido uma perda de audição. A maioria dos americanos aos 30 anos de idade tem perdas auditivas. Nos Estados Unidos, perda de audição é a principal razão de aposentadoria por invalidez", diz. Segundo o pesquisador, aviões são a causa número um de destruição da quietude natural do planeta. "Custa menos de um dólar e um minuto para aviões desviarem de parques nacionais e nos ajudarem a manter espaços de silêncio natural". Hempton afirma que nem mesmo áreas como o Polo Norte (atingido, por exemplo, pelo som dos aviões cruzando de Londres para Chicago) e o Polo Sul (com geradores a diesel funcionando 24 horas por dia para alimentar as estações de exploração do local) estão livres. Sabemos que até 2025 o número de voos nos Estados Unidos vai dobrar. Se não mudarmos isso agora, não conseguiremos nós mesmos experimentar esta quietude e os animais também serão fortemente atingidos. Assim como ocorre em humanos quando conversam em uma rua movimentada, os animais também precisam estar próximos. Quando há poluição sonora, pássaros precisam mudar hábitos, reduzir distâncias, cantar em frequências mais altas", alerta. Na instalação de Gabo Guzzo, os visitantes são convidados a usar fones de ouvido que cancelam o som externo e reproduzem o som amazônico. "As pessoas deitam em um colchão redondo, representando o planeta Terra, entrando em contato com o chão, uma experiência sensorial única. E se tentarmos achar um lugar que é naturalmente silencioso por seis horas, só há um, no coração da Amazônia brasileira.”
E se bem pesquisarmos o silêncio, ele é Deus, distante Dele que é Amor, não somos nada. Alziro Zarur, fundador da Legião da Boa Vontade, dizia, “nas mais altas Esferas, ouvimos: aqueles que entraram no silêncio, sentiram a sua paz e receberam a sua força. Este ensinamento é um ponto iniciático. Quem não tem silêncio, não pode sentir a Paz. Saber entrar no silêncio é a capacidade de se isolar e se integrar no Todo- Poderoso. Os espíritos levianos têm medo da solidão, de Deus e da própria consciência. Quando entra no silêncio, você ouve a voz de Deus e dialoga com Ele. Quem entra no Silêncio penetra no Espírito de Deus e por Ele é penetrado. Tudo o que aprendemos de Eterno vem desse Silêncio. As nossas mais lindas frases foram confidenciadas por Ele. Ele nos segredou estes ensinamentos”, conclui. Claro que existem dois tipos de silencio: O natural que está em extinção no mundo, e o da alma que temos que preservar, o silencio natural que hoje está  quase em extinção, pode ser preservado. Os homens tem o dever de proteger a Amazônia dos mercenários da madeira e das grandes empresas que destroem a nossa maior riqueza natural. Não podemos integrar no Espírito elevado do Pai, que é a voz de Deus, permanecendo em silêncio, ao ver a nossa mãe natureza sendo corroída pelos homens e sem nada fazer.

João Areis Preda
Jornalista e escritor



                                                                                                                           

quinta-feira, 12 de março de 2015

Universo sem alma

Universo sem alma

A existência sem amor é um universo sem alma é muito triste. Imagina um planeta sem água, sem Terra, sem sol, sem ar. Não ha fulgor. A emoção e a vontade de viver nele perdem o brilho, tudo fica negro. Apocalipse 6:12E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue;”  Com as pessoas é de igual modo, o brilho do Universo pessoal, sucede com amor, o Sol interior reluz nos momentos de felicidade, produzindo o brilho que reflete luminosidade na alma. Sem afeição e apego, dedicação e carinho, o raio que vem de Deus, já não contempla a sua luz, e o deixa na mais completa escuridão, tudo fora do lugar, em completa ruína. Nestes momentos é que surgem os vestígios dos sentimentos obscuros, aqueles que estavam reprimidos e permaneceram retraídos por muito tempo e ao ganhar liberdade, surgiram às perguntas: isso é liberdade? Ou uma forma de prisão aberta? São indagações gritantes dentro do Universo desolado e aniquilado pela tempestade ardente. Não deixe sua vida desolada, não permita que o sol se torne negro. Proteja a sua natureza interior contra os pensamentos inferiores, que podem ser destrutivos quando aliados a vibrações emanadas do mal, que envenenam as pessoas. Salmos 119:28A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me segundo a tua palavra.” Somente as palavras de Deus, podem fortalecer os homens, nestes momentos de tristeza que envenena a alma. Porque Deus é amor, e nele tudo podemos.


João Areis Preda
Jornalista e Escritor