domingo, 13 de novembro de 2016

A vitória diante da dor

O fogo vem 

O Mundo caminha para um grande holocausto.  Contudo a sobrevivência de muitos diante de tanta dor, depende de cada um de nós, nunca em toda a história a Humanidade esteve tão desvalorizada.  São milhares as artimanhas que Satanás encontra para alienar e degenerar as mentes. O Apocalipse de Jesus apresenta as consequências de tanta tirania dos homens na Terra e ao mesmo tempo traz um conforto os seus Apóstolos e Discípulos. Apocalipse 6:1-17 “Observei quando o Cordeiro abriu o primeiro dos sete selos. Então ouvi um dos seres viventes dizer com voz de trovão: "Venha! "Olhei, e diante de mim estava um cavalo branco! Seu cavaleiro empunhava um arco, e foi-lhe dada uma coroa; ele cavalgava como vencedor determinado a vencer. Quando o Cordeiro abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizer: "Venha! "Então saiu outro cavalo; e este era vermelho. Seu cavaleiro recebeu poder para tirar a paz da terra e fazer que os homens se matassem uns aos outros. E lhe foi dada uma grande espada. Quando o Cordeiro abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizer: "Venha! " Olhei, e diante de mim estava um cavalo preto. Seu cavaleiro tinha na mão uma balança. Então ouvi o que parecia uma voz entre os quatro seres viventes, dizendo: "Um quilo de trigo por um denário, e três quilos de cevada por um denário, e não danifique o azeite e o vinho! "Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizer: "Venha! " Olhei, e diante de mim estava um cavalo amarelo. Seu cavaleiro chamava-se Morte, e o Hades o seguia de perto. Foi-lhes dado poder sobre um quarto da terra para matar pela espada, pela fome, por pragas e por meio dos animais selvagens da terra. Quando ele abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas daqueles que haviam sido mortos por causa da palavra de Deus e do testemunho que deram. Eles clamavam em alta voz: "Até quando, ó Soberano santo e verdadeiro, esperarás para julgar os habitantes da terra e vingar o nosso sangue? "Então cada um deles recebeu uma veste branca, e foi-lhes dito que esperassem um pouco mais, até que se completasse o número dos seus conservos e irmãos, que deveriam ser mortos como eles. Observei quando ele abriu o sexto selo. Houve um grande terremoto. O sol ficou escuro como tecido de crina negra, toda a lua tornou-se vermelha como sangue, e as estrelas do céu caíram sobre a terra como figos verdes caem da figueira quando sacudidos por um vento forte. O céu foi se recolhendo como se enrola um pergaminho, e todas as montanhas e ilhas foram removidas de seus lugares.
Então os reis da terra, os príncipes, os generais, os ricos, os poderosos — todos os homens, quer escravos, quer livres, esconderam-se em cavernas e entre as rochas das montanhas. Eles gritavam às montanhas e às rochas: "Caiam sobre nós e escondam-nos da face daquele que está assentado no trono e da ira do Cordeiro! Pois chegou o grande dia da ira deles; e quem poderá suportar?”. Como afirma o Escritor Paiva Netto. “Jesus vai revelar a intimidade das criaturas humana” e já está fazendo com a humanidade toda. Não tem pra onde fugir, vamos acertar nossas dividas com o Criador.
Apocalipse 7:14 “Respondi: "Senhor, tu o sabes". E ele disse: "Estes são os que vieram da grande tribulação e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.
Apocalipse 21:6 Disse-me ainda: "Está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, darei de beber gratuitamente da fonte da água da vida”.
Apocalipse 2:2Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos  mas não são, e descobriu que eles eram impostores”. Coisa nenhuma ficará impune neste Planeta.  Deus julgará com a justiça que vem do seu Amor. Ainda há tempo. Consertemos o que está errado em nós.  Estamos nos últimos tempos do julgamento da Humanidade.


João Areis Preda
Jornalista e Escritor




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indagações II JOÃO PREDA

O escritor João Preda em seu livro “Indagações” nos trás uma reflexão sobre a eternidade da vida. Apresenta uma mensagem elucidativa sobre a...